Top Menu

5 dicas de como armazenar suas imagens com segurança

A era digital ajudou e muito no crescimento da quantidade de fotografias produzidas e compartilhadas todos os dias. Porém dificultou bastante na hora do arquivamento. Com o crescimento desenfreado de quantidade de imagens, os gastos com armazenamento e processamento aumentaram. Além disso, ninguém sabe ao certo quanto tempo dura uma mídia, dizem que um DVD por exemplo, dura em média três anos. Por isso separamos algumas dicas para você evitar a perda de arquivos importantes.

Cuidados para um arquivamento seguro e consciente de imagens.

1 – Não armazene imagens desnecessárias

Antigamente você saía de casa com um filme de 36 poses sabendo que aquele era o seu limite. Hoje não existe mais um limite de fotos que podem ser tiradas. Então treine o seu olhar antes de começar a clicar. Claro que você não vai tirar só 36, mas com certeza o clique consciente fará com que você tenha menos imagens para guardar.
Ao abrir as imagens no computador, você pode fazer um filtro e eliminar todos os excessos, como fotos muito parecidas ou de assuntos irrelevantes. Para fazer esta triagem eu indico o uso do Lightroom, ele possui uma ótima ferramenta para este tipo de avaliação.

2 – Identifique todas as fotografias

Uma fotografia só vale alguma coisa quando consegue ser achada. Então nunca deixe de identificar as suas imagens com informações de metadados: autor, local, data e contexto. Você também pode incluir palavras-chave para ampliar as chances de encontrar a imagem. Para você entender a importância disso, em 1960 foi criado um padrão de identificação o IPTC (International Press Telecommunications Council). E 1990 a Adobe adicionou este padrão ao Photoshop, fazendo com que todas fotografias tragam um cabeçalho baseado nas normas do IPTC. Então não é novidade que é muito importante que suas fotos sejam muito bem indexadas e identificadas.

5 dicas de como armazenar suas imagens com segurança

3 – Faça três cópias de tudo

Sempre, sempre, sempre, tenha seus arquivos e mais de um lugar. Um procedimento super seguro é armazenar em três locais diferentes. Use HDs, DVDs, pendrives e até mesmo serviços de armazenamento em nuvem.
Nenhuma opção dura para sempre, ou é 100% segura. Os HDs tem uma durabilidade maior, mas se você optar por ter dois deles, compre de diferentes marcas, assim você evita que o mesmo defeito afete os dois. No caso de armazenamentos em nuvem, você estará seguro no caso de desastres naturais ou incêndios, porém corre riscos da empresa contratada falir.
Se você optar pelo uso de DVD, saiba que ele não dura muito tempo e riscam com facilidade, então opte por boas mídias, nada de comprar as baratinhas. Enfim. Se você tiver seus arquivos em três lugares, a possibilidade de perder TUDO é bem pequena.

4 – Migre seu backup a cada três anos

Já falamos antes que as novas mídias tem pouca durabilidade. Uma HD por exemplo, pode durar anos se for muito bem guardada. Já um DVD dura bem menos. Então recomendo que a cada três anos você mude o seu backup de lugar. Troque a HD, grave novos DVDs, mude o serviço de armazenamento em nuvem. Além de evitar a perda do seu trabalho, isso faz com que você renove também a tecnologia utilizada.

A tecnologia trouxe inúmeras vantagens ao setor da fotografia, deixando tudo muito mais fácil e prático. E trouxe também alguns desafios para o armazenamento de imagens. Da mesma forma que duplicar seus arquivos ficou mais fácil, também há uma imensa facilidade de perdê-los para sempre. Todo cuidado é pouco!


- TOP OFERTAS -


- PUBLICIDADE -


About The Author

Ela consegue passear por diversas áreas profissionais. Formada em Gestão Bancária, sempre teve uma grande paixão pela gastronomia. Especializou-se na área e começou sua nova vida de blogueira. Criadora e diretora do projeto Marola com Carambola, sentiu necessidade de conhecer o mundo da fotografia e da edição, nascendo assim o Conexão Fotográfica.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close