Top Menu

Hoje vamos falar sobre o tema fotografia gourmet. Isto porque é o tema que mais tenho estudado e pesquisado no último ano. E também por ele ter sido o ponta pé inicial do meu retorno para fotografia. Temos um blog de gastronomia, o Marola com Carambola, e a necessidade de aprender a fotografar os pratos foi realmente absurda. A nossa ideia é provocar, aguçar, e manisfestar interesse no leitor, fazendo com que ele deseje nossos pratos maravilhosos. Na foto não existe cheiro, não existe nenhum sabor, então nosso único apelo está na imagem. Se ela não estiver caprichada e de dar água na boca, nosso trabalho todo foi por água abaixo.

Neste post vou falar um pouco sobre o mercado da fotografia gourmet, sobre seus campos de atuação e também suas linguagens. É notável que o mercado da gastronomia vem crescendo e se expandindo muito nos últimos anos, principalmente da culinária gourmet. Com esse crescimento, ofertas surgiram para todos os lados. As demandas aumentaram e novos públicos também. Por isso dividi a fotografia gourmet em quatro áreas de atuação, que são, fotojornalismo, editorial, comercial e still.

Fotojornalismo

Esse é o nosso caso. Fotografia relacionada a documentação do tema gastronomia. A pauta são nossas receitas e muitas vezes não só o resultado final mas também o passo-a-passo. Quando possível também incluímos fotografias que apliquem  o cenário de degustação. Se pensa em trabalhar com fotojornalismo gourmet, pense que ele se expande a eventos,  festas, chefs de cozinhas e tudo relacionado ao ato de estar documentando.

Fotojornalismo

Editorial

Essa é a área de atuação mais tradicional e antiga da fotografia gourmet. O modelo editorial é muito utilizado em revistas, jornais e livros, onde a maioria das vezes a utilização da foto vertical prevalece.

Comercial

Comercial tem o objetivo de vender o alimento, seja em ações comerciais ou publicitárias. As famosas fotografias de lanches dos fast foods remetem bem esta área de atuação. Também usada por restaurantes e comércios como supermercados e lojas.

Still

Na fotografia still o foco principal é mostrar o alimento como um objeto. O intuito aqui não é despertar ou dar água na boca no leitor.  Aqui você deve mostrar a beleza de um elemento, como fotografar uma laranja, uma cebola, folhas e carnes. A ideia é mostrar o máximo de detalhes, como suas texturas e cores. O clouse-up, a borrifada de água, e o splash são algumas das técnicas, e grande parte é utilizada na publicidade e no mercado varejista.

fotografia stiil

Mas lembre-se que se o seu objetivo é sempre alcançar ótimos resultados e evoluir suas técnicas, estude um pouco de cada uma das áreas de atuação. Eu comecei com o Fotojornalismo, me arrisquei algumas vezes no Still e hoje já estou tendendo para a fotografia Editorial pela beleza das fotos na vertical, elas chamam atenção, e mostram alguns detalhes que na horizontal não são tão chamativos. Uma dica: se você gosta de fotografia gourmet, arrisque a lente 50mm.


- TOP OFERTAS -


- PUBLICIDADE -


About The Author

Designer de formação e fotógrafa de paixão se envolveu no mundo dos blogueiros e decidiu que iria se aventurar entre seu hobby e sua verdadeira vocação. Havia abandonado a fotografia em 2008 e agora voltou de cabeça para este mundo. Assim nasceu mais este projeto, o Conexão Fotográfica. Ela também é sócia e diretora do projeto Marola com Carambola.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close